9 de janeiro de 2023

Consumo ponta e fora ponta: diferenças e como calcular

Consumo ponta e fora ponta — ou, talvez, você já tenha ouvido falar no horário ponta e fora ponta — tem tudo a ver com o planejamento corporativo para tornar o uso de energia elétrica mais otimizado e consciente. E econômico, certamente.

E se você deseja saber mais sobre o assunto e entender, definitivamente, o que é consumo ponta e fora ponta, veio ao lugar certo! Nos tópicos abaixo, vamos falar tudo o que você precisa saber sobre o assunto e aprender como aplicar esse conceito no dia a dia da sua empresa!

O que é o consumo ponta e fora ponta na conta de energia?

Empresas e indústrias que trabalham no modelo de alta tensão (Grupo A) encontram o valor de consumo ponta e fora ponta na conta de luz.

Tá, mas o que isso significa?

Que o consumo de energia elétrica (e o preço praticado) varia ao longo do dia. Por exemplo: de madrugada, o consumo é baixo, mas aumenta nos períodos da manhã e da tarde, e volta a reduzir após o horário comercial. Isso nas empresas, pois o pico do consumo de energia elétrica, no Brasil, ocorre justamente à noite.

Daí, a parte que mais interessa à sua empresa, uma vez que os consumidores do Grupo A podem identificar preços melhores e usar isso em seu favor, otimizando o consumo de energia elétrica para os períodos de baixo consumo.

Ou seja: o consumo ponta e fora ponta nada mais é do que um meio de incentivo para que os consumidores do Grupo A usem esses períodos de menor consumo.

Como funciona a tarifa no horário fora ponta?

Para entender melhor, vamos começar falando a respeito do horário fora ponta: esse é o período do dia em que o consumo de energia elétrica é tradicionalmente mais baixo.

Em geral, é o intervalo da 0h às 17h59 e das 21h às 23h59.

Contudo, esse período pode ser diferente entre as concessionárias de energia elétrica. Por isso é tão importante analisar, detalhadamente, a sua conta de luz para conseguir alinhar o seu período de elevado consumo com o horário fora ponta.

Qual é a tarifa no consumo ponta?

Como destacamos, isso varia bastante entre as concessionárias de energia — o que também afeta o preço final para cada estado do país.

Portanto, vale a pena ficar de olho nas tarifas praticadas pela sua distribuidora de energia elétrica e, assim, avaliar o custo que você tem com esse recurso no consumo ponta e fora ponta.

Saiba mais: Tarifa horo sazonal: o que é e como funcionam em sua conta

O que significa consumo ativo na ponta?

Consumo ativo na ponta nada mais é do que um termo que se refere à energia ativa que foi consumida durante o horário de ponta: que, geralmente, giram em torno das 18h às 21h e em dias úteis no país.

O que significa consumo ativo na ponta?

O que é consumo fora Ponta indutivo?

Esse é um termo que leva a outras considerações sobre o consumo ponta e fora ponta. Vamos te explicar: o consumo fora ponta indutivo é o valor registrado (em kW/h) no período fora de ponta — é quando a distribuidora de energia elétrica tem um perfil de carga reativa

predominantemente indutiva (geralmente, das 6h31 às 17h29hs e das 20h31 à 0h29).

Mas existem outras formas de consumo fora ponta indutivo, que são:

  • consumo fora ponta indutivo AM, cujo registro de consumo em kW/h ocorre em períodos de acionamento da bandeira tarifária amarela nas faixas de horários acima mencionadas);
  • consumo fora ponta indutivo VD, cujo registro de consumo em kW/h ocorre em períodos de acionamento da bandeira tarifária verde nas faixas de horários acima mencionadas);
  • consumo fora ponta indutivo VM, cujo registro de consumo em kW/h ocorre em períodos de acionamento da bandeira tarifária vermelha nas faixas de horários acima mencionadas).

Como calcular o consumo

Agora que já deve ter dado para entender o conceito em torno do consumo na ponta e fora de ponta, vamos aprender sobre o cálculo do seu consumo e, assim, considerar as melhores estratégias para reduzir os custos com energia elétrica na sua empresa.

E isso é um processo relativamente simples. Uma dica é a simulação com base no consumo de energia elétrica em cada faixa de horário  (ponta e fora ponta).

Em seguida, avalie o preço da tarifa de consumo na ponta e fora ponta para compreender como você pode modificar o uso de equipamentos e aparelhos que consomem mais energia e, assim, concentrar o uso mais acelerado deles em momentos fora do pico.

Com planejamento e o monitoramento detalhado do consumo de energia elétrica ao longo do dia a dia de sua empresa, é possível repensar estratégias e redefinir as ações internas para que o consumo seja menor e, consequentemente, o valor praticado.

Saiba mais: consórcio de energia solar: vale a pena investir?

Como calcular o consumo na ponta e fora ponta

Afinal, qual a importância de entender o horário

Deve ter ficado claro que o horário ponta e fora ponta tem um impacto significativo no orçamento da sua empresa (desde que enquadrada no Grupo A) e também nas suas despesas mensais.

Entendendo a importância dessas faixas de horário e de suas respectivas tarifas, há como transformar a sua rotina — literalmente — para reduzir os custos com energia elétrica.

Que, diga-se de passagem, é um grande fator de despesa de empresas, atualmente. Independentemente do porte e do segmento de atuação delas.

Por isso, focar em soluções alternativas pode ser uma escolha ainda mais assertiva, e que vai conferir autonomia, independência, economia e o retorno do seu investimento ao longo do tempo: trata-se da energia solar.

Veja também: gestão de energia solar: o que é, vantagens e como fazer

Os sistemas fotovoltaicos estão cada vez mais populares no país, e o custo desse tipo de solução pode se converter em economia de até 95% na sua conta de luz. Daí, o que mencionamos acima de obter o retorno do seu investimento: com os descontos mensais nesse tipo de despesa, você gradualmente “quita o investimento em energia solar”. Após isso, essa economia (que permanece pelas próximas dezenas de anos) vai direto para o seu orçamento e você passa a ter mais recursos para focar no desenvolvimento da sua empresa.

Quer saber mais a respeito? Nós podemos ajudar! A Maya Energy é especializada em soluções de energia solar e se adapta ao perfil das suas necessidades e objetivos para concretizar uma solução personalizada.

Veja como funciona na prática! Clique aqui e solicite um orçamento para a nossa equipe de atendimento!

Conclusão

Exploramos o consumo ponta e fora ponta, ao longo deste artigo. A medida foi pensada como uma forma de incentivo para que os imóveis enquadrados no Grupo A — normalmente, grandes empresas e indústrias — avaliem os melhores horários para consumir mais energia e, assim, usar as faixas de horário mais econômicas.

Ou seja: a partir de uma faixa horária que não seja considerada “pico” (quando o consumo de energia elétrica é maior) e que se configure em economia para as empresas por meio desse incentivo.

Também destacamos soluções que podem ser alternativas, mas são de longo prazo e envoltas em benefícios, como é o caso do sistema fotovoltaico.

Por meio da energia solar, você gasta até 95% menos com energia elétrica e gera a sua própria energia. Ao longo do tempo, você obtém o retorno do seu investimento e a economia mensal permanece, sendo uma grande escolha para tornar o seu negócio mais autônomo, ecônomico, sustentável e eficiente.

E lembre-se: se quiser tirar mais dúvidas sobre o consumo ponta e fora ponta e compreender o impacto positivo da energia solar na sua rotina, estamos à disposição!

Quem somos?
Av. Prof. Mário Werneck, n°26 – 5º e 6º andar, Estoril – Belo Horizonte/MG
(31) 98306-0447
(31) 3995-2335
envelope linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram